Her

Eu li em algum lugar que cada vez mais as crianças estão ficando a merce do computador. Já se desenvolvem dependendo de jogos, depois dos cantatos, agenda e pronto, o vicio esta feito. É estranho pensar que antigamente era tudo bem mais pessoal no boca a boca, na carta e hoje só online.
Esse filme trata exatamente disso. Como nós criamos uma espécie de relação com nossos celulares e isso se torna parte integrante de nossas vidas. Claro que para retratar isso o diretor levou  a um nivel a mais e é chocante e comovente o resultado disso.


A história se passa em um futuro que aparenta estar bem proximo e conta a história de Theodore, um homem que acabou de sair de um relacionamento de 10 anos e começa a se aproximar de Samantha que é um sistema operativo que atua como a personalidade humana. Com o tempo começa a surgir uma intimidade e um companheirismo enorme entre os dois e isso ocasiona em um namoro. Os pequenos detalhes que Samantha começa a reparar e fazer parte na vida de Theodore é a idealização perfeita de como os relacionamento deveriam ser. Em uma era onde as pessoas se ignoram, eles trouxeram amor.
Um dos filmes mais tocantes que já vi, por isso recomendo pra vocês. A cena final roubou meu coração.
Espero que gostem, me contem pelas redes sociais.
Beijos

Anúncios

2 opiniões sobre “Her

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s